, 19.02.2018 | No Centro do Rio, cerca de duas mil pessoas realizaram uma manifestação contra a do governo Temer e contra a Intervenção Federal (Militar) no estado.

O se concentrou na Candelária e caminhou pelas ruas do Centro até a Cinelândia. A repressão policial a todo momento procurou provocar os manifestantes, com revistas ilegais e se movimentando por todos os lados. Na Cinelândia, os policiais chegaram ao absurdo de correr atrás de alguns jovens estudantes para revistá-los e criar uma sensação de terror e medo na manifestação. Sempre com policiais empunhando escopetas.

Os manifestantes marcharam ao som de palavras de ordem contra a Reforma da Previdência e aos gritos contra polícia e o como “fim da polícia militar”, revoltados com a intervenção militar no estado.

Ocorreram manifestações em diversas cidades do país.

Ontem, o projeto da reforma foi suspenso, pois Temer não conseguiu garantir a quantidade de votos e preferiu recuar. O que se comenta, abertamente, é que o governo gastou seus milhões e ofertas de cargos para passar as outras reformas e não conseguiu a tradicional compra de votos.