Professor de educação física de 23 anos é morto dentro de casa, durante operação policial em favela no Rio

Caio era formado em Educação Física pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e dava aulas para idosos.

Foto: Caio Gomes Soares/Arquivo Pessoal

O jovem Caio Gomes Soares, de 23 anos, foi morto com uma bala na cabeça, nesta segunda-feira (19), por volta das 7h15. Ele estava dentro de casa, quando foi alvejado, durante uma operação da Polícia Militar na da Coroa, no bairro do , centro do Rio, e morreu na hora, nos braços de sua irmã, de 24 anos.

Caio era formado em Educação Física pela Universidade do Estado do (Uerj) e dava aulas para idosos.

De acordo com os moradores da rua, que fica próxima ao túnel Santa Bárbara, o tiroteio começou depois que policiais do 5º Batalhão chegaram ao local, no começo da manhã.

A mãe de Caio, Maria José, é doméstica e já estava no trabalho, quando a filha ligou para avisar. “Minha família está destruída”, lamentou.

Segundo a plataforma colaborativa digital Fogo Cruzado, 102 pessoas foram baleadas inadvertidamente durante trocas de tiros na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Destas, 18 foram mortas (13 delas enquanto estavam dentro de suas próprias casas).

Mídia1508

A 1508 é um coletivo de mídia independente anticapitalista. Isso significa que o nosso conteúdo não é apenas livre de influência de partidos políticos e agências governamentais, mas também de ONGs e fundações. Não estamos dispostos a restringir nosso trabalho por essas organizações, mas isso significa que cada centavo de nosso financiamento deve vir diretamente de nossos seguidores. Funcionamos sem qualquer tipo de propaganda. Nosso trabalho é feito por quem acredita que jornalismo não é publicidade e que portanto tem uma função social fundamental para conseguirmos transformar a realidade de uma sociedade.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published.