HpQVM0Zxuiw

Milhares de estudantes de universidades públicas e privadas da foram às ruas das principais cidades do país para protestar em defesa da pública e exigir que o governo cumpra os acordos assinados no ano passado.

Segundo os estudantes, o governo não cumpriu uma série de acordos firmados no ano passado, como a ampliar para 4,5 trilhões de pesos colombianos (US$ 1,3 bilhão) os investimentos nas instituições de ensino superior do país e combater pela defesa da educação pública, especialmente em universidades de .

Em resposta à repressão policial no , alguns manifestantes reagiram com pedras e garrafas contra os agentes. Manifestantes atacaram a sede da Corte Suprema de Justiça. O Esquadrão Móvel Antidistúrbios (Esmad) foram chamados para reprimir a manifestação. A fachada da Prefeitura de Bogotá foi pichada.

Deixe seu comentário: