Moradores de rua se revoltam contra agressão de seguranças do metrô em São Paulo

Minutos após o ocorrido, outros moradores de rua que vivem na praça da Sé desceram com pedaços de pau e pedras, atacando a bilheteria do metrô e entrando em confronto com os seguranças.

Estação da Sé é depredada durante confronto / Foto: Leonardo Zvarick

Seguranças do de agrediram um pedinte de rua na estação da Sé e deram início a um tumulto com outros moradores da rua e passageiros, na tarde desta sexta feira (26).

“Eles jogaram as coisas dele para fora e o empurraram na escada rolante. Quando ele tentou voltar, tomou uma cacetada no rosto de um dos guardas”, relatou o advogado Alan Eder, que gravou a cena com o celular.

Na filmagem, o homem aparece com o rosto ensanguentado enquanto é socorrido por alguns usuários do metrô. A poucos metros, alguns guardas lançavam intimidações. Assista aqui.

Eder, que passa frequentemente pela Sé, diz que é comum ver seguranças abordando moradores de rua de forma truculenta. “A gente sempre vê esse tipo de coisa”, afirma.

Minutos após o ocorrido, outros moradores de rua que vivem na praça da Sé desceram com pedaços de pau e pedras, atacando a bilheteria do metrô e entrando em confronto com os seguranças. Duas pessoas ficaram feridas e uma foi detida durante o conflito.

Mídia1508

A 1508 é um coletivo de mídia independente anticapitalista. Isso significa que o nosso conteúdo não é apenas livre de influência de partidos políticos e agências governamentais, mas também de ONGs e fundações. Não estamos dispostos a restringir nosso trabalho por essas organizações, mas isso significa que cada centavo de nosso financiamento deve vir diretamente de nossos seguidores. Funcionamos sem qualquer tipo de propaganda. Nosso trabalho é feito por quem acredita que jornalismo não é publicidade e que portanto tem uma função social fundamental para conseguirmos transformar a realidade de uma sociedade.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published.